615livros

615 livros foram roubados da biblioteca da Esdi

In informações on 27 de agosto de 2009 at 12:21

A biblioteca da Esdi, Escola Superior de Desenho Industrial, possui o mais completo acervo sobre design e áreas correlatas do país. Seus mais de 5000 livros são consultados por estudantes de graduação e pós-graduação da escola e de outras instituições, além de profissionais e demais interessados. O roubo representa um desfalque de mais de 10% desse acervo.

Os alunos da escola sentem-se perplexos e indignados com o ocorrido. As medidas legais já foram encaminhadas nas devidas instâncias. Ainda assim sentimos que não podemos permanecer calados aguardando que um processo se cumpra e que um culpado seja identificado, sem que isso tenha maior repercussão na comunidade esdiana e na opinião pública.

A Esdi, primeira escola de design da América Latina, é hoje uma unidade da UERJ, Universidade do Estado do Rio de Janeiro e oferece cursos de graduação e pós-graduação em design. Devido à excelência de seu ensino gratuito, a Esdi foi considerada uma das 60 melhores escolas de design do mundo pela Busines Week em 2007.

Para muitos, a Esdi é como uma segunda casa, uma segunda família. Essa perda tem um grande valor simbólico para todos aqueles que já passaram pela escola.

Esse momento, tão delicado, pode ser a oportunidade de contribuirmos para a preservação da qualidade de nossa biblioteca. Devemos nos mobilizar para não apenas repor o mais rapidamente os títulos perdidos, mas também para expandir e diversificar o acervo, através de doações. Serão aceitas publicações, novas ou usadas em bom estado, que deverão ser entregues na secretaria da escola.

A biblioteca da Esdi é um patrimônio público. A responsabilidade é de todos nós!

Anúncios
  1. Essa notícia tem circulado mas sem nenhum detalhe. O que aconteceu? Todos os títulos foram levados embora na calada da noite, apesar dos seguranças? Ou esses volumes foram surrupiados ao longo de décadas por alunos e usuários? As duas questões são completamente diversas e exigem soluções completamente diferentes. Caso alguém saiba detalhes, por favor, informe-nos.

    • Gerson, sabe-se que os livros foram furtados a partir do primeiro semestre de 2008, quando o acervo da biblioteca fora contado pela última vez. Quanto a ter sido um evento ou um “escoamento” ao longo desse período de 1 ano e meio, não se sabe.

  2. Eu quero ajudar.

    A lista dos livros roubados está disponível?

    Abs,

    Henrique Nardi

    ]t[

    • Henrique, obrigada pelo apoio, em breve a lista será divulgada neste blog e nas listas de discussão pertinentes.

  3. Em um primeiro momento fiquei assustado com a notícia, imaginando uma ação criminosa de grandes proporções: uma gangue invadindo a biblioteca e fugindo pela Lapa com uma Kombi lotada de Emigrés.

    O segundo post do blog, entretanto, sugere que o furto tratou-se do escoamento de 10% do acervo da biblioteca nos últimos 18 meses. Isso muda completamente a percepção do fato.

    Gostaria de saber por que demorou-se tanto a perceber tamanho desfalque, e que medidas serão adotadas para que isso não volte a acontecer. O volume de livros furtados impressiona tanto pelo ato quanto pelo vacilo.

    Triste e chateado, aguardo esclarecimentos parabenizando a iniciativa do blog.

    • Fabio, obrigado pelo apoio!
      Infelizmente não sabemos em que período de tempo o roubo ocorreu. 615 não cabem numa mala de carro, por isso imaginamos que tenha sido em etapas.
      Sabemos que a biblioteca esteve em reformas e que atualmente se encontra fechada. As fechaduras foram trocadas e instalou-se um sistema de segurança com câmeras. Não sabemos quando irá reabrir.

      Sobre o roubo em si, não foram identificadas marcas de arrombamento na biblioteca. Não conhecemos a lista ainda, mas nos informaram que era bastante específica, principalmente livros teóricos e em português. Muitas vezes roubaram todos os exemplares de um mesmo livro. Tudo leva a crer que foi premeditado.

  4. O foco está errado. Nunca vão achar livro nenhum. Perdeu, Playboy. O grave é a negligência, conivência ou participação dos funcionários. E falta de administração. Demitiram os funcionários responsáveis pelo acervo? Se não, e não há demanda nesse sentido, para que esse blog? Aliás, quem são os autores?

    • Zeca, a administrativamente, a situação é complicada, pois a biblioteca pertence à rede Sirius, ou seja, não responde à direção da escola. Sabemos que foi aberta uma sindicância para tentar encontrar os culpados. Porém, nosso objetivo aqui não é fazer uma caça às bruxas, pelo contrário. Precisamos do apoio de todos para tentar reparar o dano, pois sabemos, como você colocou, que dificilmente esses livros roubados serão encontrados. Alunos e ex-alunos precisam se unir sim, para questionar, discutir, pressionar para que nada como isso ocorra nunca mais.

  5. Li aqui em algum lugar aqui que essa quantidade era 10% do acervo. Ora, com um acervo tão pequeno, por que diabos isso não era contado toda semana?
    Tem que mandar é todo mundo para rua. Quem não estava participando (e havia quem participasse já que os livros foram dados como devolvidos) era simplesmente conivente.

    • Você está certíssimo! Isso é uma das questões que devem ser levadas aos funcionários da biblioteca.

      Mas lembre-se, ainda que com 5000 livros, essa é a biblioteca mais completa sobre design do Brasil. Gente do mundo todo vem aqui fazer consultas!

  6. […] na íntegra, o texto sobre o caso: A biblioteca da Esdi, Escola Superior de Desenho Industrial, possui o mais completo […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: